Inconsciente Coletivo (Collective Unconscious)

Publicado: março 17, 2009 por Yogi em Capital, Culture, International, Media, Nature, Philosophy, Psy, Tudo
Tags:, , , , , , , , , , , , , , , ,

Inconsciente Cole(c)tivo, segundo o conceito de psicologia analítica criado pelo psiquiatra suíço Carl Gustav Jung, é a camada mais profunda da psique humana. Ele é constituído pelos materiais que foram herdados da humanidade. É nele que residem os traços funcionais, tais como imagens virtuais, que seriam comuns a todos os seres humanos.

A existência do inconsciente coletivo não é derivada de experiências individuais, tal como o inconsciente pessoal, trabalhado por Freud, embora precise de experiências reais para poder se manifestar.

Tais traços funcionais do inconsciente coletivo foram chamados por Jung de arquétipos, que não seriam observáveis em si, mas apenas através das imagens que eles proporcionam.

psicanalista Erich Fromm apresenta outra posição a respeito, denominado sua concepção não de “inconsciente coletivo” mas sim “inconsciente social“, que seria a parte específica da experiência dos seres humanos que a sociedade repressiva não permite que chega à consciência dos mesmos. Já o sociólogo e filósofo Nildo Viana concebe o inconsciente coletivo de uma terceira posição. Ele seria o conjunto das necessidades e potencialidades reprimidas de um conjunto de indivíduos, grupos, classes ou toda a sociedade.

O inconsciente coletivo se opõe ao inconsciente pessoal, o qual poderia se manifestar na produção de sonhos. Desta forma, enquanto alguns destes têm caráter pessoal e podem ser explicados pela própria experiência da pessoa, outros apresentam imagens impessoais e estranhas, que não se consegue associar a nada de que se tenha lembrança. Esses sonhos seriam então um produto do inconsciente coletivo, algo como um depósito de imagens e símbolos, que Jung denomina arquétipos. Seria deles também de onde se originariam os mitos

Collective Unconscious, sometimes known as Collective Subconscious, is a term of analytical psychologycoined by Carl Jung. While Freud did not distinguish between an “individual psychology” and a “collective psychology”, Jung distinguished the collective unconscious from the personal subconscious particular to each human being. The collective unconscious is also known as “a reservoir of the experiences of our species.”[1]
In the “Definitions” chapter of Jung’s seminal work Psychological Types, under the definition of “collective” Jung references representations collectives, a term coined by Levy-Bruhlin his 1910 book How Natives Think. Jung says this is what he describes as the collective unconscious. Freud, on the other hand, did not accept the idea of a collective unconscious.

See also

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s