Bioeletromagnetismo

Publicado: fevereiro 7, 2009 por Yogi em Media, Nature, Science, Tudo
Tags:, , , , , ,

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Células biológicas usam a bioeletricidade para armazenar energia metabólica, fazer trabalho ou desencadear mudanças internas, entre um sinal elétrico e outro. O Bioeletromagnetismo é o resultado da ação da corrente elétrica produzida por potenciais de ação junto com os campos magnéticos gerados pelo fenômeno de indução eletromagnética.

O Bioeletromagnetismo é estudado principalmente pelas técnicas de eletrofisiologia. No século XVIII, o médico e físico italiano, Luigi Galvani, registrou o fenômeno enquanto dissecava uma  em uma mesa onde ele havia conduzido experiências com eletricidade estática. Galvani cunhou o termo eletricidade animal para descrever o fenômeno, enquanto contemporâneos chamavam de galvanismo. Galvani e seus contemporâneos consideravam a ativação de músculo como resultando de uma substância fluída elétrica que percorria os nervos.

O Bioeletromagnetismo é um aspecto comum a todos as coisas vivas, incluindo plantas e animais. . A Bioenergética estuda o relacionamento das energias dos organismos vivos. A Biodinâmica trabalha com a utilização de energia e as atividades dos organismos. Alguns animais têm sensores apurados para detectarem a bioeletricidade e são altamente sensíveis a campos magnéticos, os pássaros migratórios por sua vez utilizam um sistema de navegação baseado no campo magnético da Terra. Também os tubarões, são mais sensíveis ainda, quanto a interatividade para monitorar os campos eletromagnéticos imperceptíveis para a maioria de seres humanos. Outros animais, tal como a enguia elétrica, são capazes de gerar grandes campos elétricos ao redor de seus corpos.

Dentro do campo das ciências, engenheiros biomédicos projetam e fazem uso de conceitos e teorias de circuitos eletrônicos, biologia molecularfarmacologia, e bioeletricidade. O Bioeletromagnetismo é associado com os biorrítmos e a cronobiologia. O Biofeedback é usado em fisiologia, e a psicologia utiliza para controlar ciclos rítmicos das características emotivas, mentais, físicas e também como uma técnica para ensinar o controle sobre funções bioelétricas.

O Bioeletromagnetismo envolve a interação de íons. O Bioeletromagnetismo é às vezes difícil de entender devido aos tipos de bioeletricidade divergentes, tal como inspirações, mioeletricidade (ex., fenômenos relativos aos músculos do coração), e outras subdivisões relacionadas dos mesmos fenômenos gerais de bioeletromagnetismo. Estes fenômenos são de grande importância e inspiração para os estudiosos e neurofisiologistas que estudam onde ocorrem as flutuações de voltagem bioeletromagnética entre partes do córtex cerebral, que poder ser detectáveis através de um eletroencefalografia. Este assunto é estudado principalmente com o uso de eletroencefalogramas ou “EEG.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s