Casamento e prisão um dia desaparecerão!

Publicado: janeiro 26, 2009 por E=m.c² em Non Sense, Philosophy, Psy, Tudo

Tô com o Osho nesse ponto.

O casamento é uma instituição civil/religiosa arcaica e de grande entrave social, melhor criar uma modern join venture between man and woman visto que o contrato matrimonial tem por fim divisão e ou aquisição de bens, sejamos direto nesse ponto e solucionemos o problema.

Sem casamento, não teremos mais divórcios (os escritórios especializados em dir. de família teriam que fechar), a prostituição deixaria de existir como algo out side society e os psicanalistas perderiam 80% da clientela.

Não seria mais necessário transar com a pessoa contratada em casamento pensando em outro alguém.

Bem, o mundo não é perfeito… por isso temos presídios e manicômios, mas pergunto: quem é livre?

Da prisão de casa a prisão do trabalho, passando pela prisão do metrô fico pensando –  e são nestes momentos que sinto a liberdade.

Sinto-me liberto, mas vivo aprisionado.

Brcs e bjs.

 

P.Bala de Barcelona para o multiuniversus.com

comentários
  1. brunopm disse:

    Casamento eu até acredito que esteja com dias contados. É verdade que vivemos aprisionado, mas temos a liberdade de mudar de prisão, ou pelo menos de muitas delas (temos escolhas). O problema é quem não tem essa liberdade. Na margem, se ficar o bicho come e se correr o bicho pega. Imagina uma familia muito pobre, sem educação alguma, sem emprego, sem esgoto, sem endereço e sem documentos. Imagina se nesta familia o padrasto (que vive na mesma merda) é a pessoa quem sustenta a mulher e a enteada (quando digo sustentar, digo literalmente: por comida em casa, e só). Imagina se esse padrasto se encanta pela enteada e passa a exigir dela favores sexuais. Agora imagina, só imagina, a mãe dessa garota pedindo para a filha aceitar a situação para que elas não passem fome. Isso é prisão, não pior do que as masmorras medievais que temos (sem exageros), com gente pendurada num calor de mais de 50 graus, mas deve ser tão ruim quanto.

    Outra prisão difícil de se libertar: Doutrina religiosa. Nada contra alguém inventar um deus, mas seguir um sacerdote, principalmente o evangélico, acreditando que o que ele diz é a palavra de deus, é uma prisão, e das piores, porque a pessoa acha que essa prisão é ser livre.

  2. OM disse:

    E como nos orientar?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s