Tratado de Petrópolis

Publicado: janeiro 25, 2009 por Yogi em International, Politics, Tudo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O atual estado brasileiro do Acre era, no início do século XX, uma região, pertencente à Bolívia, que vinha sendo ocupada por seringueiros brasileiros em plena época de expansão da economia de extração da borracha. Para resolver a tensão que se agravava, o Barão do Rio Branco dirigiu as negociações que resultaram no Tratado de Petrópolis, firmado em 17 de novembro de 1903 na cidade brasileira homônima, que formalizou a incorporação do Acre ao território brasileiro, pelo que o Brasil pagou à Bolívia a quantia de 2 milhões de libras esterlinas e indenizou o Bolivian Syndicate em 110 mil libras esterlinas pela rescisão do contrato de arrendamento, firmado em 1901 com o governo boliviano. [1] [2]. Em contrapartida, cedia algumas terras no Mato Grosso e comprometia-se a construir a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré para escoar a produção boliviana pelo rio Amazonas.

comentários
  1. 迷你倉 disse:

    Thanks for the information.

    By 迷你倉

  2. joão magalhaes filho. disse:

    as vezes fico pensando, como as coisas sao esquecidas, Evo morales ja diz o contrario, que o território do acre foi tomado ou seja pago com cavalos, rsrsrsrsr. a libra ainda hoje é a moeda mais valiosa do globo terreste, e naquela epóca dois milhões de libras esterlinas, como dizem pagava era a bolivia enteira, resumindo acho que o território do acre hoje estado do acre, soma é despesas para o brasil, salvo à amazonia que é um bém valiozíssimo.. mas nada de tomado ou seja pagado com cavalos brancos, custou dois milões de libras esterlinas….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s