Garibaldi chora e cochila durante missa no Congresso

Publicado: dezembro 12, 2008 por Yogi em Politics, Tudo

 

Foto: Dida Sampaio/AE 

Garibaldi emociona-se e chora ao lado do presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia.

 

Ao final da missa, em discurso entrecortado pelo choro, Garibaldi disse que foi iluminado por Deus que reuniu forças para levar à frente sua missão de conduzir o Senado. Ele reconheceu que estava emocionado demais para falar, mas, referindo-se ao Legislativo como “um poder tão incompreendido”, mas que, com a graça de Deus, alguma coisa fez pela instituição.

 

 

Foto: Dida Sampaio/ AE

Garibaldi cochila ao lado de Chinaglia durante a missa.

 

Antes de encerrar seu discurso, Garibaldi agradeceu aos senadores que o ajudaram a presidir o Senado e até aos que o atrapalharam. Foi graças à ajuda que recebeu que ele disse ter conseguido fazer alguma coisa pelo Legislativo. O discurso foi encerrado com dom João Braz de Aviz, arcebispo de Brasília, indo abraçá-lo, ao lado do monsenhor Marconi Vinicius Ferreira e do padre Adriano Scarparo, que o auxiliaram na celebração da missa.

 

Também em pequeno discurso, o presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia, referiu-se ao permanente dilema traduzido pelo conflito entre os interesses individuais e os da coletividade. De acordo com Chinaglia, os que militam na política enfrentam várias dificuldades para bem legislar, mesmo quando empenhados em acertar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s